Projeto de máquina de tatuagem gera patente para aluno do IF Sudeste MG

Projeto de máquina de tatuagem gera patente para aluno do IF Sudeste MG

O aluno de Engenharia Mecatrônica do Campus Juiz de Fora, Wesley de Aguiar Pereira, desenvolveu um projeto como trabalho de conclusão de curso que acabou originando uma patente, depositada pelo Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia, o Nittec.

O projeto consiste em uma nova disposição na estrutura de máquinas de tatuagem, que proporciona mais conforto para o tatuador ao equilibrar o centro de massa do equipamento, que é normalmente usado durante longos períodos. Segundo Wesley, a ideia surgiu por causa do desgaste físico que ele tinha ao fazer tatuagens, quando percebeu que a falta de equilíbrio do peso na máquina estava causando esse desgaste. “A ideia foi criar um chassi para máquina de tatuar que possibilitasse a manipulação do centro de massa da máquina por meio de anilhas de contrapeso, tornando-a mais equilibrável e evitando o desgaste físico e as doenças ocupacionais.”

A fabricação do primeiro protótipo levou-se cerca de 1 ano desde o surgimento da ideia. Ele conta que em todo o processo contou com o auxílio e orientação do professor Dr. Tales Pulinho Ramos, além de uma grande equipe que o ajudou desde a execução da ideia até o depósito da patente.

Wesley acrescenta que ainda existem melhorias no processo de tatuagem a serem realizadas e adianta que “para o futuro próximo tenho em mente a produção de mais uma contribuição para o conforto dos tatuadores”. Agora com o depósito da patente realizado, é possível a produção em série, e o momento é de buscar investidores para iniciar a produção. “Estou de olho nas possibilidades e aberto a propostas.”

 

Fonte: https://www.ifsudestemg.edu.br/node/14399